América Latina

Bolívia 2020: entre o avanço da pandemia e as incertezas eleitorais

Clayton M. Cunha Filho

Após cerca de uma década de notável estabilidade política, fato excepcional em sua convulsiva história, a Bolívia se encontra desde as falidas eleições gerais de 20 de outubro de 2019 novamente diante de um cenário potencialmente explosivo e cheio de incertezas. As eleições estiveram marcadas por forte polêmica devido à candidatura do então presidente Evo Morales a uma nova reeleição, apesar da derrota no referendo ratificador da emenda constitucional que retirava os limites à reeleição em 21 de fevereiro de 2016. Apesar disso, nova candidatura de Morales fora validada pelo Tribunal Constitucional Plurinacional (TCP) em 28 de novembro de 2017, com base em uma demanda interposta por legisladores do partido Movimento Ao Socialismo (MAS), invocando o artigo 23 do Pacto de San José.

Leia mais